Salão Paranaense

Teatro Guaíra 1972

É premiado no 29º Salão Paranaense pela interação da linguagem fotográfica com outras técnicas e correntes artísticas, expõe os cartemas que são resultados da composição de cartões postais posicionados lado a lado. Neste procedimento o artista constrói uma visualidade que transcende a relação imagem-referente, proposta inicialmente na foto do postal. Tal resultado é obtido graças à propriedade de reprodução da fotografia, que quando trabalhada em conjunto possibilita gerar outra imagem não prevista inicialmente pelo fotógrafo. Assim, Aloisio Magalhães transgride o limite da fotografia da mesma forma que os praticantes da fotomontagem o fazem, no entanto, sem “agredir” a matéria com o exercício de recortes. Consoante Antonio Bento “Os cartemas estão situados dentro da problemática da arte hiper-realista de hoje, ainda com a originalidade de uma concepção elaborada dentro de uma nota pessoal”; expõe no MAM-RJ, Museu do Açúcar no Recife, na Reitoria da UFMG em Belo Horizonte.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s