Gráfico Amador

Recife 5/1954

Aloisio Magalhães funda o Gráfico Amador, cujo símbolo é de sua autoria, especializado em Livros de Arte, por intermédio de seu primo João Cabral de Melo Neto, que havia trazido a prensa da Espanha (depoimento no documentário Recife/Sevilha) e dentre os colaboradores estava Ana Mae Barbosa. Localizado na Rua Manuel de Carvalho, 423, Recife, Pernambuco.

O Gráfico Amador reune um grupo de pessoas interessadas na arte do livro. Fundado em maio de 1954, tem a finalidade de editar, sob cuidadosa forma gráfica, textos literários cuja extensão não ultrapasse as limitações de uma oficina de amadores. Os trabalhos são projetados e realizados por Aloisio Magalhães, Gastão de Holanda, José Laurenio de Melo e Orlando da Costa Ferreira.

O Gráfico Amador contou com o estímulo de Le Courrier Graphique, de Paris, e de Curwen Press, de Londres.

Madrinha: Gina Lollobrigida

A madrinha do Gráfico era Gina Lollobrigida.

Aloisio "Grafico"Aloisio "Grafico"Aloisio "Grafico"Aloisio "Grafico"Aloisio "Grafico"Aloisio "Grafico"Aloisio "Grafico"Aloisio "Grafico"Aloisio "Grafico"Aloisio "Grafico"More Photos

As Conversações Noturnas

Projeta e decora a obra de José Laurenio de Melo

Macaco Branco: fortuna & penas deste personagem no reino do futebol

Memórias do Boi Serapião

Noticiário 1

Ode: Cartas de Indulgência

Pregão Turístico do Recife

1955 – ilustrações em linoleogravura de Macaco Branco e desenho do colofão; ilustrações e sobrecapa de Memórias do Boi Serapião, ilustração em linoleogravura em Noticiário, desenho da capa de Ode em linoleogravura; desenhos em  “pentograf” no Pregão do Recife

O Presépio e Nós

1957 – ilustração em linoleogravura em cartão natalino

Aniki Bóbó

História de um Tatuetê

Improvisação Gráfica

Mundo Guardado

Pergunta

1958 – design e ilustrações de Aniki; experiências tipográficas, ilustração, concepção e design de Improvisação; ilustrações em litografia em Mundo Guardado, design do Pergunta

Exposição na Biblioteca Nacional

Rio 1959 – O Gráfico Amador se apresentou em exposição na Biblioteca Nacional, do Rio de Janeiro, em 1959.

1960

A Rosa Jacente – Geraldo Valença

Editora Igarassu

1960-61 – passou a denominar-se Editora

1961

Heredianos

História Geral da Arte no Brasil

1983 –  é citado e integra a capa do volume II.

Investigando as Origens do Moderno Design Gráfico Brasileiro: Gráfico Amador

1994 – Artigo de Guilherme Cunha Lima

O Gráfico Amador: as Origens da Moderna Tipografia Brasileira

1997 – Livro de Guilherme Cunha Lima

O Gráfico Amador: Vanguarda da Moderna Tipografia Brasileira

2001 – Exposição com curadoria de Guilherme Cunha Lima

Artes Gráficas e Renovação Cultural: a presença d’O Gráfico Amador no Cenário Cultural do Recife 1954-1964

2004 – Comunicação de Flávio Weinstein

José Laurênio de Melo e O Gráfico Amador

O Movimento e a Linha: presença do Teatro do Estudante e d’O Gráfico Amador no Recife 1946-1964

2007 – Livros de Ariano Suassuna e Flávio Weinstein

2008 – A literatura como design gráfico: da poesia concreta ao poema-processo de Wlademir Dias Pino – Angelo Mazzuchelli Garcia

O Gráfico Amador e a experimentação de Aloisio Magalhães

2009 – palestra de Henrique Nardi, em Curitiba, na PUC-PR.

O Gráfico Amador

2010 – revista Abigraf 249 – outubro/2010

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s