Visão do Nordeste

Lima, Alceu Amoroso, 1893-1983.

Rio de Janeiro, Agir, 1960.

fonte: UT Libraries 2008

  • p. 14

Aloisio MagalhãesO horizonte domina a paisagem do Recife, como muito bem o soube captar o mais moderno dos seus pintores, Aloisio de Magalhães. E como sempre sucede entre adversários, ou mesmo entre inimigos, a despeito do seu choque inicial contínuo, acabam apresentando traços comuns e até mesmo intercâmbio inédito: a terra se parece com o mar e este lembra aquela, na base do mesmo manto verde.

  • p. 30

Nas artes plásticas, o que me impressionou, foi a pintura de Aloisio Magalhães, que soube exprimir, com o traço mais moderno e uma visão típica das formas subterrâneas e submarinas, os aspectos mais característicos do HORIZONTE que domina a paisagem recifense – e a de Francisco Brennand, mais figurativa, mais próxima da terra, como a de Aloisio Magalhães é mais atraída pelo mar. Ambos pintores de primeira linha e penetrados do mesmo espírito de ligação entre o local e o universal, sob o primado de uma visão espiritualizada das formas e uma harmonia consubstancial de apreensão, que marca aparentemente toda a vida intelectual do Pernambuco de hoje.

Anúncios