PARTICIPAÇÃO NA SBPC

1980

UT Libraries 2008

Monumento

Fundação do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

  • p. 22

O professor Aloisio Magalhães, Secretário do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, enviou ao professor Vivaldo da Costa Lima, fotos de mesa e cadeira que considera adequada para a Quinta rio Tanque. Durante sua visita a Salvador, o professor Aloisio Magalhães ponderou pelo cuidado que se deve dispensar com o mobiliário da Quinta, escolhendo-o de forma que combine com os grandes espaços do prédio.

  • p. 80

Muitas pessoas participaram da mesa-redonda sobre “Habitação em Núcleos Históricos” e do encontro sobre “Estratégia de Sobrevivência de Moradores de uma Área de Pobreza — Maciel”

Da mesa redonda participou o arquiteto Antenor Vieira de Mello, representante
do Centro de Preservação dos Sítios Históricos da Prefeitura Municipal de Olinda. E durante o encontro o IPAC distribuiu a coletânea de artigos, publicados no MONUMENTO, de Jorge Maurício.

ENTRE HOJE E AMANHA

Ivan Sarney Costa

SENTIMENTOS POR ALCÂNTARA
A CAPELA DE SÃO LÁZARO

… de São Luis e Alcântara. Fico pensando na cidade de São Luis daqui a dez anos, mudada pelo peso dos investimentos que já começaram a assediá-la, e que se multiplicarão com o advento de Carajás, e a construção da Siderúgica de Itaqui. Fico pensando na cidade e em suas ruas, em seu acervo histórico e artístico, em nossa gente enfim, com seus hábitos e suas tradições; no patrimônio cultural que herdamos e temos de transmitir aos nossos descendentes, naquele compromisso irrecusável que as gerações têm com a história da própria Semelhança entre Salvador e São Luis humanidade. Não há como fugir ao sombrio que essa perspectiva nos impõe. Como antever por exemplo, coexistência dos valores tradicionais de agora, com os valores que nos serão introjetados pela migração de pessoas, de cultura diferenciada. A desagregação cultural que se fomentará numa população que ainda não margeia seiscentos mil habitantes, mas que deverá dobrar, nos próximos dez anos, sob o impacto do desenvolvimento econômico.

O IPACBA encaminhou no infcio de fevereiro nova proposta para a SPHAN/PróMemória contendo a lista das obras que pretende realizar. A proposta anterior, encaminhada em novembro do ano passado, foi revista porque na reunião da SPHAN com os diretores regionais e diretores de órgãos do patrimônio estaduais realizada no período de 7 a 9 de janeiro o Secretário Aloisio Magalhães informou que a União fez significativo corte no orçamento do Programa das Cidades Históricas.

  • p. 90

Os visitantes ficaram impressionados com as instalações do Museu Abelardo
Rodrigues.
Durante a visita o Secretário Aloisio Magalhães conversou com o diretor executivo do IPAC, prof. Vivaldo da Costa Lima, sobre o projeto do Centro de Criação de Pesquisas da Arte Religiosa do Nordeste, anexo ao Museu Abelardo Rodrigues e prometeu a colaboração da próMemória para esse importante projeto.

Anúncios