TEP

Aloisio Magalhães realiza cenografias, figurinos e dirige o Departamento de Bonecos de 1947-51; participa das Edições TEP em 1950

1953

IU Libraries 2010

Arquivos – DDC

  • p. 482

Comissão do Concurso de Peças

No dia 16, finalmente, foi publicado o resultado, com a seguinte classificação: em primeiro lugar, a peça do acadêmico de direito. Ariano Suassuna, Uma mulher vestida de sol; em segundo, José de Morais Pinho, estudante de Comércio, com O poço; e em terceiro, com igualdade de pontos, José Rui Rarbosa, estudante do Colégio Nóbrega, com A volante e Vanildo Bezerra Cavalcanti, acadêmico de Direito, com Primavera.

Aos 21 do mesmo mês, conferência de Michel Simon, sob o patrocinio do T.E.P. e da Diretoria de Documentação Cultura, sob o tema: Avons nous le théâtre de notre temps?

Abril — Reinicio dos ensaios e preparativos para o lançamento de uma nova peça. Assume a presidência do T.E.P. o acadêmico Galba Marinho Pragana, em virtude de haver o presidente anterior solicitado demissão do cargo , o que foi aceito unanimemente pela Diretoria.

  • p. 483

Teatro do Estudante de Pernambuco

A temporada teatral de 1949 foi iniciada em maio, com a apresentação, pela primeira vez no Brasil, da tragédia de Sófocles, Édipo-Rei, num espetáculo que a crítica considerou como o melhor do ano, sob a direção de Hermilo Borba Filho, com cenário, figurinos e máscaras de Eros Gonçalves. Édipo-Rei, de Sófocles foi lançado no Teatro Santa Isabel, de acordo com a política financeira do Teatro do Estudante, que se viu obrigado a cobrar as entradas, afim de poder prosseguir na sua campanha pelo alevantamento da arte cênica brasileira.

Anúncios