ESTUDANTES

Luiz do Nascimento

1962

UT Libraries 2008

História da Imprensa de Pernambuco 1821-1954: Periódicos do Recife, 1941-1954

  • p. 148

Circulou pela primeira vez em agosto de 1946, no formato de 23×16, com 52 páginas e capa em papel superior, cujo frontispício apresentou desenho ligeiro de Aloisio Magalhães, tendo ao centro o distintivo da Justiça. Diretor- responsável – Paulo Rangel Moreira; redator-geral – José Laurênio de Melo; redatores – Heitor Pinto de Moura, Antonio Brito Alves, José Rafael de Meneses, Ivan Pedrosa e Guerra de Holanda; diretor de publicidade – Ari Santa Cruz. Impressão das oficinas gráficas da Folha da Manhã. Abriu a edição o seguinte editorial: “Estudantes se propõe a ser um itinerário da Faculdade de Direito do Recife. Esta revista contará a todos, abertamente, a intensidade de nossa vida universitária, infelizmente mal divulgada no meio de nosso povo. Refletirá a densidade cultural, o pensamento de uma parcela de gente moça que não se descuida de estar em dia com problemas atuais. Estes, tomados em várias modalidades – morais, sociais, políticas, artísticas, religiosas, jurídicas – serão aqui apresentados numa tentativa de compreensão e esclarecimento. Isto quer dizer que nós, estudantes, não participamos conciliatoriamente da tragédia, nem nos acomodamos com atitudes passivas. Embora para alguns espíritos pouco lúcidos todos os caminhos terminem no abismo, nossa consciência exige que lutemos pela inauguração de um plano humano de vida”.

  • p. 149

Focalizando temas de Direito, Sociologia, Política, Ensino e Literatura, escreveram: Cleodon Fonseca, Gilberto Freyre, Gláucio Veiga, Sílvio de Macedo, Arnóbio Graça, Otávio de Freitas Júnior, Joel Pontes, Laurêncio Lima, José Gondim Filho, Guerra de Holanda, Antonio Camelo da Costa, Gilberto de Macedo, Antonio Franca e Hermilo Borba Filho. Divulgaram poesias: Edson Régis, Rodolfo de Rangel Moreira, Ariano Suassuna e Luis Luna de Almeida. Alguns anúncios completaram a edição (Colec. Albertino Santos, João Pessoa. PB ). O n° 5, ano IV, publicou-se em julho de 1949, com 82 páginas, trazendo sob o título as palavras: “Diretório Acadêmico de Direito”. Dois nomes apenas, no Expediente: diretor – Antonio Neves; redator – Carlos Maciel. Inseriu escolhida colaboração (Colec. Álvaro Alvim). Outro único comprovante encontrado: n° 8, correspondente ao primeiro semestre de 1952. Constou da capa, em boa cartolina, a duas cores: “Órgão Oficial do Diretório Acadêmico da Faculdade de Direito da Universidade do Recife”. Diretor – Olímpio Mendonça; redator-chefe – Abdias Moura; redator-secretário – Edmir Régis. Reuniu 48 páginas de papel acetinado. Voltava a …

*Em 1945 o acadêmico de direito Demócrito de Souza Fº, havia sido assassinado em praça pública por forças do governo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s