4º Centenário do Rio

Este slideshow necessita de JavaScript.

A ideia baseia-se num símbolo, que, por ser uma convenção, não precisa conter um significado óbvio, mas, a partir de um sinal claro e legível, estará potencialmente apto a impregnar-se através do uso e da significação.Numa coletividade viva e rica de imaginação como a nossa, um sinal simples e de fácil aplicação tem extraordinária diversidade de usos. Para que um símbolo possa expressar-se segundo as várias conveniências de uso, a solução prevê tres formas básicas de representação: o traço linear, as cores da bandeira e o objeto tridimensional.

O povo aceitou e usou amplamente o símbolo, enriquecendo a sua estrutura inicial. A ideia foi capaz de suportar transformações e modificações sem perda de seu reconhecimento imediato: como as letras suportam qualquer grafismo; como o som se acomoda a diferentes vozes; como as palavras são ditas em diferentes sotaques; como as cores permitem diversos tons.

slide 14, Livro de Marcel Gautherot

No filme Guerra Conjugal, aparece na decoração o símbolo.

Citação | Esse post foi publicado em Memória Viva e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s